Carregando...
 

Informática

Dada a presença crescente da informática em todas as atividades humanas, quando se menciona o termo “informática”, este pode designar muitas coisas. Entre estas, destaca-se a noção de informática enquanto técnica, no caso, “técnica da informação”, ou “tecnologia da informação”, diante do uso abusivo do termo “tecnologia” e sua incorreta assimilação ao termo “técnica”. De qualquer modo, trata-se de uma técnica ou tecnologia cuja natureza se assemelha mais e mais a um “dis-positivo geral de representação”, ou melhor, a um “engenho universal de representação”, em perfeita consonância com a metafísica da Modernidade; definida esta metafísica através de uma acepção do ente e de uma explicação da verdade, peculiar dos Tempos Modernos.

Jacques Derrida

El ordenador, ya se sabe, sustenta la alucinación de un interlocutor (anónimo o no), de otro «sujeto» (espontáneo y autónomo: automático) que puede ocupar más de un lugar e interpretar muchos papeles: en un careo, desde luego, pero también retirado, delante de nosotros o invisible y sin cara tras su pantalla. Como un dios oculto que ronca un poco, hábil para camuflarse, incluso cuando está frente a uno. (El tratamiento del texto)

Theodore Roszak

  • Dois elementos distintos se associam no computador: a habilidade de armazenar informação em grande quantidade, e a habilidade de processar esta informação de acordo com estritos procedimentos lógicos. Dado que a habilidade de armazenar dados corresponde de alguma maneira ao que chamamos memória nos seres humanos, e dado que a habilidade de seguir procedimentos lógicos corresponde ao que chamamos raciocinar nos seres humanos, muitos membros do culto ("culto da informação" - título do livro) concluíram que o que os computadores fazem, de certa maneira corresponde àquilo que chamamos pensar". (O Culto da Informação, Introdução)

Carneiro Leão

  • a provocação para pensar que nos traz hoje a avalanche da informática, reside na ambivalência vespertina, concentra-se na ambigüidade transitiva da informatização.
  • A informatização não é, pois, simples efeito da informática e sua expansão. A informática é que nasceu da informatização. O que está em jogo é um processo totalitário de realização. Neste nível abre-se todo um outro horizonte para se pensar o vigor histórico da informatização em sua essência de poder, tanto para a libertação como para a dominação. É o horizonte da realidade em movimento de realização. Aqui no palco da história, o real se faz espetáculo e demonstra o potencial de suas virtualidades de ser e parecer, de não ser e vir a ser. (Aprendendo a pensar, 1993, pág. 95)

Compartilhar

Notícias

Recomendamos o livro «Sobre a Essência da Informática», aos interessados em uma reflexão filosófica sobre a técnica, e em particular a informática. Para ler o livro é necessário o leitor Kindle, seja individual ou seja para PC, Mac ou IPAD. O livro pode ser comprado e baixado na: AMAZON e AMAZON BRASIL